Inverno Espiritual


A caminhada cristã deve ser um processo evolutivo, onde a pessoa é moldada por Deus a cada dia, com o objetivo de tornar-se um varão perfeito, contudo na maioria das vezes não é isto que ocorre.

Quando conhecemos o Evangelho, o amor de Jesus Cristo arde dentro de nós, e é tão inexplicável o que sentimos que a nossa vontade é de estar vinte e quatro horas na Igreja, orando e louvando ao Senhor. Porém passando-se um tempo, acabamos diminuindo o tempo das meditações, das orações e do louvor ao Senhor, e com isso, ocupamos parte da nossa vida com coisas vãs, mas que no final das contas, são aquelas que nos tiram da presença de Deus, podendo chegar a um ponto em que não reste nenhuma das mudanças que o Senhor havia feito em nós, sobra apenas aquele velho e agoniante "eu".

Enquanto estamos nesse processo de regressão, somos completamente cegados, e nossos olhos só são abertos quando estamos muito distantes daquele primeiro amor que sentíamos por Deus. Porém, nunca é tarde para voltar atrás, este Deus em que cremos e confiamos, é infinitamente rico em misericórdias. Ele está sempre de braços abertos nos esperando. É como na parábola do filho pródigo, nós podemos ser exatamente como o filho da parábola, mas basta existir arrependimento em nosso coração, que Deus nos recebe de volta e faz uma nova aliança conosco.

Sei bem o quão difícil é para nós nos perdoarmos quando nos deparamos com uma vida que está tão longe daquela que Deus havia transformado. A culpa se torna grande e pesada, mal temos força para clamarmos por perdão, porque nos sentimos desmerecidos dele. Porém a Palavra do Senhor nos diz que quando estamos sobrecarregados o Senhor Jesus Cristo nos dá seu jugo leve e seu fardo suave (Mt 11:28-30). A Palavra do Senhor também nos diz exatamente assim:

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra."  
(II Crônicas 7 : 14)

Independente da nossa situação espiritual, se estamos fervorosos na presença de Deus, mas que por um descuido, pecamos "gravemente" contra o Senhor, ou se estamos congelados na presença de Deus, ou até mesmo distante do caminho do Senhor, quando nós confessarmos a Ele nosso pecado, e nos humilhamos perante Ele, falando o quanto nós somos incapazes de viver sem o Senhor, o quanto precisamos do seu amor e da sua proteção, quando confessamos que Ele é único, e que não há outro Deus além dEle, a misericórdia do Senhor nos alcança, e somos restituídos para perto de Deus, por meio de Jesus Cristo e do Espírito Santo do Senhor. 

Se o inverno espiritual tentar nos alcançar em alguma parte da nossa caminhada, vamos nos aproximar mais do Senhor, que com seu imenso poder, cuidará de nós, e nos orientará segundo a sua Palavra, e será luz para o nosso caminho, e o nosso consolador, o Espírito Santo do Senhor, aquecerá o nosso coração com o seu fogo, o qual  arderá novamente, como no primeiro amor. E assim mesmo que tropecemos por um descuido, o Senhor segurará a nossa mão, como um pai segura a mão do seu filho que está aprendendo a caminhar, e Ele nos pegará no colo se necessário, e então ficaremos firmes no caminho do Senhor, esperando apenas pela nossa redenção.

4 ouvintes:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Muito boom, tudo que eu precisava ouvir :)

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz por você ter sido tocado pela palavra do Senhor. Que Deus lhe abençoe (:

    ResponderExcluir

Se você é uma ovelha que ouve a voz do Senhor, comente!

Blogger Template Mais Template - Author: Papo De Garota